Hoje um dos mercados de investimentos que mais cresce no Brasil e no mundo é o mercado de criptoativos, com moedas como Litcoin tendo valorização de 300% e o bitcoin com valorização de 90% comparando com o mercado tradicional de ações, o ibovespa que teve uma valorização de 31,58%, deixa as pessoas curiosas com o mercado. Para tirar dúvidas e esclarecer as pessoas vamos explicar o mercado e suas diferenças. 

Como funciona o mercado de criptomoedas?

Physical version of Cryptocurrencies (Monero, Ripple, Litecoin, Bitcoin, Dash, Ethereum).

O Bitcoin foi a primeira moeda virtual criada em 2008 e a primeira a usar criptografia. A ideia surgiu em 2008 após uma das maiores crises financeiras que o mundo presenciou. Ao contrário das moedas físicas, como o real ou o dólar, o bitcoin não é emitido pelo Banco Central de nenhum país. Apesar de ser a mais conhecida o Bitcoin não é a única criptomoeda existente. Os destaques da concorrência vão para o Litecoin e o Mastercoin, mas nenhum deles possui a representatividade do Bitcoin, a principal moeda virtual do mundo atualmente. Todas elas são criptomoedas e utiliza um meio de troca, podendo ser centralização, centralizado ou descentralizado que se utiliza da tecnologia de blockchain e da criptografia para assegurar a validade das transações e a criação de novas unidades da moeda. Essas moedas são negociadas em corretoras e através de compartilhamento ponto a ponto (P2P).  

Como funciona a bolsa de valores?

A bolsa de valores é um mercado, onde pessoas e empresas se relacionam através da compra e venda de seus títulos e ações. Se você decide vender uma ação e outro investidor têm interesse em comprá-la, a bolsa será o ponto de encontro entre vocês.

O objetivo da Bolsa é organizar essas negociações em um ambiente seguro, garantindo que você irá receber o dinheiro pelas suas ações e o investidor receberá as ações que comprou, de forma eficiente, segura e justa.

A bolsa também garante que suas ações sejam guardadas em um lugar 100% seguro, a CBLC – Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia. Muitas pessoas acreditam que as ações ficam em custódia das corretoras, porém é a CBLC (empresa do grupo BM&F Bovespa) quem tem essa responsabilidade no Brasil.

A Bolsa do Brasil é a BM&F Bovespa, que é uma união da BM&F (Bolsa de Mercadorias e Futuros) e da Bovespa (Bolsa de São Paulo). Todas as demais bolsas criadas no Brasil foram incorporadas por ela ao longo do tempo, assim como a Bolsa do Rio de Janeiro, a primeira criada no país.

Para investir nela você precisa ter uma conta em uma corretora de investimentos, ou corretora de valores. Elas são as instituições que distribuem as ofertas de ações, fundos ou títulos e fazem o intermédio das negociações entre compradores, vendedores e a bolsa.

A primeira diferença é quanto ao horário de abertura no caso do mercado à vista ele inicia às 10:00 e fecha as 17 horas, no mercado de criptoativos ele fica aberto 24 horas por dia 7 dias por semana já que é controlado por blockchain o seu fechamento e abertura é considerado às 21:00 horas. 

Para o aporte inicial é outra diferença interessante enquanto no mercado tradicional o investimento para começar pode ser alto uma vez que as ações são negociadas com cotas (por exemplo uma ação pode até custar R$ 15,00, mas ela é negociada dentro de um lote de 100, o que exige um investimento de, no mínimo, R$ 1.500, por exemplo.

O que não é o caso do mercado de criptomoedas, por exemplo com o bitcoin. É possível começar a investir com um valor menor. Isso porque quando você for comprar bitcoin, você não precisa necessariamente comprar 1 bitcoin inteiro. Por ser uma moeda digital, ela é fracionada, ou seja, pode ser comprado apenas uma fração dela.

Vamos supor que você dispõe de 100 reais para começar a operar no mercado cripto e quer comprar esse valor em bitcoin, isso é possível, 100 reais na cotação do momento (10/02/2020) seria equivalente a 0,0024 satoshis.   

No mundo das moedas digitais, não há diferenças entre moedas por exemplo brasileiras ou japonesas. Você pode investir em todos os países de uma maneira democraticamente, por meio de uma só plataforma, chamada de exchange. Enviando dinheiro para sua exchange brasileira, você consegue comprar bitcoins, enviar esses bitcoins para uma exchange internacional. 

O mercado de criptomedas é livre e descentralizado, ou seja, o bitcoin não tem nenhum órgão regulamentador como Bovespa ou o Bacen, e isso é sinônimo de falta de ordem?

Não, na verdade, quem comanda a rede blockchain são os próprios usuários. 

A lei da oferta e demanda é aplicada pelos usuários, que é quem dita a regra. É o liberalismo aplicado. 

Por meio do blockchain, a segurança das transações é garantida. Não sequer um registro de quebra no protocolo do blockchain.

No caso, o próprio blockchain cumpre o papel que o Estado deveria, nas transações tradicionais, que é garantir a segurança e fiel cumprimento.

Umas das semelhanças de ambos os mercados é o modo de leitura dos gráficos de mercado de ações e de criptomoedas são parecidos. Através de leitura de tendências feitas em uma análise técnica. 

Outra similaridade é que enquanto no mercado financeiro tradicional você pode comprar ações de varejos, frigoríficos, petróleo e bancos. No mercado cripto você também encontra diversidade.

Você encontra diferentes moedas digitais com propósitos diferentes. Entre elas, algumas querem ser de pagamento, outras com o intuito de desenvolvimento da internet, entre outras.

Enquanto uns preferem bolsa de valores outros mercado de criptomoedas, o importante é estudar sobre eles e entender como funciona, como o rendimento é gerado e qual maneira isso irá te beneficiar. Não prejudicando sua saúde financeira. 

No primeiro semestre de 2019 todo mundo voltou a atenção para a Bovespa, que estava batendo os 100 mil pontos, porém, olhando do ponto de vista de valorização, ela só subiu 17%, em relação ao bitcoin que aumentou 226%. Uma grande valorização né? 

Por fim iremos falar sobre a oscilação de preços, muito se fala sobre a oscilação de preços de criptomoedas, como o bitcoin, porém, o mercado de ações também é volátil. Por isso o importante é entender como esses dois mercados funcionam e quais os fatores que influenciam essas oscilações.

Também recomendamos que ao operar, comece com um valor mais abaixo, para você ver como funciona e aprender ler os gráficos e identificar as tendências.

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *